Taylor Lautner: o profundo gentil


Por Valdineia Barreto






Apesar de todo seu sucesso, Taylor Lautner não mudou muito, ele poderia fazer muitas exigências aonde vai, mas ele é sempre muito cordial com seus fãs, e dispõe de muita paciência com a perseguição dos fotógrafos. Taylor Lautner é uma pessoa simples e tranqüila, e não tem muito em comum com Jacob Black, na verdade, Taylor ao contrário de Jacob não é metido, nem é tão cheio de si, isso é evidente no seu nervosismo diante das entrevistas ou apresentações das quais ele participa, como a do Oscar, por exemplo, na qual segundo ele era possível sentir suas veias pulsarem.





Dono de uma personalidade incrível, ele sempre reflete sobre as palavras que diz e modera o que vai dizer para não machucar ninguém, não é o tipo de cara que diz o que vem à mente.




Apesar de ser dono de uma beleza exuberante isso não significa que as pessoas com as quais ele vá ter qualquer tipo de vínculo social devam ser bonitas também, pelo contrário umas das distintivas de Taylor Lautner é a sensibilidade, ele costuma ver através das pessoas, pois tem uma consciência sensível que lhe é bastante peculiar.



Taylor é movido por uma tendência inerente para desenvolver todas as suas potencialidades, se não tivesse feito sucesso como ator desenvolver-se-ia por meio das artes marciais ou seria um ótimo jogador de futebol, de maneira a favorecer sua permanência e enriquecimento.




Taylor é compreensivo e tem uma aptidão de se imergir no mundo subjetivo do outro e de participar na sua experiência. É a capacidade de se colocar verdadeiramente no lugar do outro, de ver o mundo como o outro o vê.





É coerente, e portador de uma autenticidade na qual se traduz na sua idoneidade de aceitar os sentimentos, as atitudes, e as experiências dos outros. É um ser genuíno e integrado na relação com sua família, amigos, com suas fãs e em seus relacionamentos amorosos também.


É carinhoso, paciente e afetuoso, características que herdou de sua mãe e que conforme o exemplo e educação de seus pais proporcionou à Taylor Lautner o seu desenvolvimento intelectual, como também o seu crescimento enquanto pessoa total, promovendo seu sucesso significativo e a interiorização do processo de aprender e se destacar em qualquer atividade ou papel que ele vá atuar.



Taylor é extremamente competente sob muitos aspectos – é compassivo, curioso, um aprendiz eficaz, isso é perceptível através do tom da sua voz, seus gestos, suas atitudes, suas expressões e movimentos, principalmente àqueles que têm algum significado emocional para ele.


Taylor explora seu meio, em busca das descobertas, logo descobriu as restrições que lhe são impostas, aprendeu, no entanto, a conviver com algumas limitações que o seguirão por toda a sua vida. Aprendeu desde cedo e prontamente a lidar com coisas que exercem influência direta sobre seus objetivos, suas esperanças e seus medos, mesmo que isso exija muita abstração conceitual de si mesmo.


A construção da sua personalidade, não se processa em termos objetivos (de conhecimento), mas em termos contrapondes. Seu comportamento é controlado através de organizações mentais denominadas “esquemas”, que Taylor Lautner utiliza para representar o mundo e para designar as suas ações. Assim, estabelecer um equilíbrio é a motivação primária para alterar as estruturas mentais.


Taylor Lautner adquiriu a capacidade de uma ordem de pensamento mais elevada, pois constrói sua própria compreensão do mundo, o conhecimento sozinho e seu desenvolvimento cognitivo dependem mais das interações com as pessoas e com os instrumentos do seu novo mundo a “fama”.


O ator possui um caráter como pessoa que não o permite ser separado do seu contexto social, sua cultura afeta a forma como ele pensa, o que pensa, como pensa, como cada cultura tem o seu próprio impacto sua conduta depende da experiência social que ele desenvolve através de representações mentais do mundo, da tradição e da expressão.


Taylor Lautner é capaz de aprender também através de reforço vicariante, ou seja, através da observação do comportamento dos outros e de suas conseqüências, com contacto indireto com o reforço. Entre o estímulo e a resposta, isso é visível quando ele fala sobre sua admiração pelo trabalho de Tom Cruise como ator, que também possui um espaço cognitivo especial e provavelmente o aluno “Taylor Lautner” irá superar o mestre “Tom Cruise”.




Autor: Valdineia Barreto Coelho



(se copiar por favor não esqueça de mencionar o verdadeiro autor... não foi você quem escreveu)
Compartilhar no Google Plus
    Blogger Comment

9 comentários:

  1. Há melhor maneira de falar de talentos que falando do meu ator favorito?

    ResponderExcluir
  2. lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo taylor sou sua fã vc é lindoooo

    ResponderExcluir
  3. lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooootesão,bonito,gostosa

    ResponderExcluir
  4. MEU FAVORITO E O TAYLOR LAUTNER EU O AMO,E GOSTEI DE TODOS OS TALENTOS E EU ACHO QUE ESTA FALTANDO O STEFAN DO DIARIOS DE UM VAMPIRO EU QUERO QUE VC CONTINUI ASSIM SEMPRE COM HOMENS LINDOS

    ResponderExcluir
  5. eu só queria saber se ele tinha esposa pra dizer que ela é muito sortuda

    ResponderExcluir
  6. eu só queria saber se ele tinha esposa pra dizer que ela é muito sortuda

    ResponderExcluir

Qual seu favorito? Gostou dos lindos? Quem você acha que está faltando nesse blog? Deixe seu comentário, crítica, opinião, elogio, sugestão de postagens. Obrigada por tudo!

by. Valzinha.

Postagem mais recente Página inicial